Quinta-feira, 4 de Agosto de 2016

...

como o SAPO descontinuou as páginas pessoais, passei a estar na WIX

 

http://octalberto.wixsite.com/octalberto

 

;)

publicado por Octávio às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Abril de 2013

...

publicado por Octávio às 16:43
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Julho de 2012

...

o tempo passa depressa!

 

e hoje faz cinco anos :)

 

 

publicado por Octávio às 17:06
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 5 de Fevereiro de 2012

...

publicado por Octávio às 18:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Julho de 2011

...

andam-me a faltar as palavras

 

 

 

publicado por Octávio às 19:50
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Abril de 2011

...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

não esquecer do significado do dia de hoje!

 

publicado por Octávio às 20:07
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Abril de 2011

doze anos

publicado por Octávio às 16:14
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

...

 

 

 

publicado por Octávio às 12:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 25 de Abril de 2010

é importante não esquecer

publicado por Octávio às 22:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Março de 2010

só neste país

publicado por Octávio às 12:28
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

pirelli making of

Sempre anima um pouco aqui o sitio :-)

 

The Making of the 2010 Pirelli Calendar by Terry Richardson from Rafael Rubira fashion4fun.com.br on Vimeo.

publicado por Octávio às 16:35
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Novembro de 2009

the Wall

09 de Novembro de 1989 - 09 de Novembro de 2009 - 20 Anos da Queda!

 

Fiz nesse dia 13 anos!

 

 

publicado por Octávio às 13:27
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

Monólogos

No casino de Lisboa está... não sei até quando... uma peça de teatro, representado por três actrizes portuguesas e que vale a pena ir ver

 

os Monólogos da Vagina

 

O preço é um pouco puxadito, 20 € (ao sábado no segundo balcão, durante a semana esse mesmo balcão 18 €)

 

mesmo assim vale a pena ver!

 

Vale sempre a pena ir ao Teatro!

 

Recomendo!

publicado por Octávio às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Londres vista a correr

está praticamente a fazer um mês que me deu uma coisinha má... perdia a cabeça e...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foi um bocado ver a correr, mas valeu a pena :-)

tags:
publicado por Octávio às 01:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Junho de 2009

usem protector solar

 

 

publicado por Octávio às 13:01
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

Gato Cinzento

pequena casa, entre a praia da Consolação e São Bernardino em Peniche.

 

o proprietário original era a actriz Loretta Young e o marido de então. é pena que esteja a degradar-se cada vez mais, acima de tudo esta casa tem alimentado a imaginação de quem passa férias nas redondezas e acaba por conhecer esta casinha...

 

se alguém a quiser oferecer-me.... estão à vontade :-)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

sobre esta casa, mais uns sitios onde se pode espreitar:

 

site Oficial

publicado por Octávio às 00:05
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

gaivota

 

publicado por Octávio às 23:15
link do post | comentar | favorito
|

Leituras recomendadas

Faz algum tempo que não rabisco nada, aqui por estes lados, mea culpa!

Mas o que escrever, isto de ter um barraco é uma enorme responsabilidade, é preciso alimenta-lo de letras.

Mas como alimentar este bichinho?

Com pensamentos errantes e dispersos, que alguém, talvez com um pouco de sorte, aqui me venha cuscar e comentar?

Eu, ingenuamente e envergonhadamente, para me alimentar o espírito que aqui não consigo alimentar, vou passeando pela blogosfera e tenho vindo a encontrar sitio na blogosfera bastante interessante e curiosos, que, e embora não comente ou raramente comente, por mero comodismo, vou vendo, olhando, lendo, saboreando, seja imagens seja textos.

Em género de recomendação de leitura, deixo aqui alguns sítios interessantes:

A funda São
Ant
Capitão Merda
Delírios Eróticos
Lua Feiticeira
Motoconas de Marte
Provoca-me!!!

Entre outros que acabo por ir lá caindo por arrasto do que aqui deixo.

Boas leituras


 

publicado por Octávio às 16:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Setembro de 2008

a história dos 3 porquinhos

Já faz algum tempo que por aqui não deixo nada, então hoje deixo mais um som de alguns anos atrás :-D

 

 

 

 

Letra:

 

 

 

Three Little Pigs lyrics

Why don't you
Sit right back
And I
I may tell you
A tale
A tale of 3
Little pigs
And a big
Bad
Wolf
1 (x2)
1, 2
Well, the first little piggy
Well, he was kinda hick, he spent most of his days just day-dreamin' of
the city
And then one day
He bought a guitar
He moved to Hollywood to become a star
But living on the farm, he knew nothing of the city
Built his house outta straw, what a pity
Then one day
Jammin' on some chords
Along came the wolf
Knockin' on his door
(x2) Little pig, little pig, let me in
Not by the hair of my chiny-chin-chin (x2)
Well, I'm huffin'
I'm puffin'
I'll blow your house in
(x2) Huff and
Puff and
Blow your house in (x2)
Huffin' and I'll puffin' and I'll blow your house in
Well, the second little piggy
Well, he was kinda stokin', spent most of his days just a ganja smokin'
Hoppin' and a-boppin' down on Venice Beach
Gettin' paid money for religious speech
Built his shelter from what he garbage picked
Mostly made up of old cans and sticks
Then one day he was crankin' out Bob Marley
Along came the wolf on his big, bad Harley
(x2) Little pig, little pig, let me in
Not by the hair of my chiny-chin-chin (x2)
Well, I'm huffin'
I'm puffin'
I'll blow your house in
(x2) Huff and
Puff and
Blow your house in (x2)
Huffin' and I'll puffin' and I'll blow your house in
Well, the third little piggy
A grade A student, his daddy was a rock star
Named Pig Nugent
Earned his Master's Degree
From Harvard College
Built his house from his architect knowledge
A tri-level mansion
Hollywood Hills
Daddy's rock stardom
Paid for the bills
Then one day came the old house masher
The big bad wolf, the little piggy slasher
(x2) Little pig, little pig, let me in
Not by the hair of my chiny-chin-chin (x2)
Well, I'm huffin'
I'm puffin'
I'll blow your house in
(x2) Huff and
Puff and
Blow your house in (x2)
Huffin' and I'll puffin' and I'll blow your house in
Well, the big bad wolf
Well, he huffed
And he puffed
All that he could
And low and behold the little piggy's house stood
"It's made out of concrete"
The little piggy shouted
The wolf just frowned
As he pouted so they called 9 11
Like any piggy would
They sent out Rambo
Just as fast
As they could
Yo
Wolf face
I'm your worst nightmare
Your ass is mine
1 (x2)
1, 2
Well, the wolf fell dead as you can plainly see
And that's the end of story
For you and me
But still give a listen
You just may
Hear the big wolf and little piggies say
(x2) Little pig, little pig, let me in
Not by the hair of my chiny-chin-chin (x2)
Well, I'm huffin'
I'm puffin'
I'll blow your house in
(x3) Huff and
Puff and
Blow your house in (x3)
Huffin' and I'll puffin' and I'll blow your house in (x4)
And the moral of the story is
That bands with no talent can easily amuse idiots with a stupid puppet
show

 

 

sinto-me:
música: green jellÿ
publicado por Octávio às 00:41
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Apoio Judiciário

Pois é a corrida começou e já está quase a terminar...

 

Por causa deste regulamento iniciou-se hoje e vai até ao dia 23 as inscrições para o apoio judiciário.

 

é uma corrida acelerada a ver quem chega em primeiro e que ninguém tem nem quer ser o ultimo.

 

Cumprindo claro a Deliberação sobre as respectivas inscrições.

 

o problema é que logo na primeira tentativa de arrancar com o sistema... o sistema engatou-se todo ficando tudo completamente bloqueado, à segunda... com muita dificuldade lá se vai conseguindo efectuar as inscrições.

 

as inscrições deviam ser feitas de modo faseado, evitando assim que o sistema bloqueasse tal como outros serviços que se fazem registos inscrições via internet têm tendência para bloquear devido a uma enorme afluência...

publicado por Octávio às 01:06
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Julho de 2008

1 ano

porque a data é importante!

passou um ano, desde que terminei o meu estágio!

passou um ano e continuo o mesmo, a lutar diariamente por uma justiça mais digna, por uma justiça mais celere, por uma JUSTIÇA

tags:
publicado por Octávio às 00:38
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Junho de 2008

and justice for all

 

 

 

Sem mais palavras...

 

 

 

publicado por Octávio às 01:14
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 15 de Abril de 2008

O resultado da falta de cuidado!!

 

 

 

publicado por Octávio às 21:32
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

Mais uma semana

E passou-se mais uma semana

 

Uma semana de nada, de tempo parado, de vazios inexplicáveis, de movimentos rotineiros…

 

E ainda por cima a chover…

 

Estamos novamente à porta do fim-de-semana…

 

Como tenho muito pouco inspirado…

 

Desejo o bom fim-de-semana

publicado por Octávio às 14:33
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

Amanhã...

AMANHÃ É SEXTA-FEIRA!!!!

 

 

 

 

Uffff, que raio de semana esta! O que vale é que está quase no fim :-)

publicado por Octávio às 16:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Teoria do Gato Flutuante

Encontrei a imagem no site de um amigo - Juris e sem mais comentários... aqui fica

 

 

publicado por Octávio às 16:53
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Confuso

Ontem à noite estava entretido aqui pela Internet e ao mesmo tempo ia vendo um filme que estava a passar na RTP 1, por acaso já o tinha visto, mas comecei a pensar sobre o assunto que acabou por dar mote a este texto.

 

Tal como outro filme deu mote ao meu primeiro texto neste blog sobre o Tibete

 

Ao longo do tempo tem vindo a aparecer pessoas extraordinárias na nossa sociedade, principalmente no século vinte do qual todos nós nos sentimos mais próximos; tivemos pessoas que sobejamente deram tudo de si para uma sociedade pacifica, para uma sociedade onde todos se entendessem, é o caso de Mahatma Gandhi, ou de Tenzin Gyatso o 14º Dalai Lama, a Madre Teresa de Calcutá se enumero estas três pessoas não é por acaso, nem diria eu, será por acaso que qualquer um dele tem um filme sobre a sua vida.

 

Aquilo que me toca é a entrega por parte de cada um deles, na luta (pacífica) por um objectivo que é a PAZ, dar sem receber nada em troca!

 

Nos dias de hoje, destas três pessoas, que sobejamente marcaram pela positiva o século vinte, só o Dalai Lama está vivo.

 

Onde, nos dias de hoje temos os novos guerrilheiros da paz, sim guerrilheiros da paz, se calhar o termo não é o mais feliz mas é o que eu encontrei e até arranjar outro, este ficará.

 

Existem, por indicação da ONU, embaixadores da boa vontade, pessoas mais ou menos conhecidas de todos nós, que se entregam durante um certo período a algumas causas.

 

Mas… não é desses que falo, que penso, ou que anseio encontrar, procuro pessoas simples, que pela sua posição entregam tudo o que são e o que têm por uma causa que é a PAZ, já nem falo da Paz mundial, que tão bem fica na boca das meninas que concorrem a MISS (qualquer coisa).

 

Ao fim de 5000 anos (mais coisa menos coisa) de evolução humana desde os egípcios passando pelos gregos e romanos até aos dias de hoje, não esquecendo as civilizações chinesas, Astecas e Incas, o certo é que afinal em nada ou pouco mais que nada evoluímos na área do comportamento, ao fim deste tempo todo, continua a haver guerras, lutas tribais, tudo por causa de algo como um pedaço a mais de terra ou porque o credo do meu vizinho não é igual ao meu.

 

A cor da pele, hoje ainda contínua a ser sinónimo de segregação embora não tão notória como há uns anos… mas continua.

 

O Sexo, esse contínua a ser fonte privilegiada de segregação eles ganham mais que elas na mesma profissão e com as mesmas responsabilidades, entre outras situações que nem vale a pena falar.

 

Chego a este momento e pergunto-me: para onde vamos nós que em vez de evoluir… desevoluimos?

publicado por Octávio às 23:22
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2008

blogues

Estou aqui sentado em frente ao meu computador, navegando pelos blogs que estão na minha pasta de favoritos que já tem 221 blogs, muitos, calmamente passo um a um, e no fim chego à conclusão que… que não há conclusão a chegar.

 

Um blog é um diário para uns, para outros é o sítio onde se abrem, e gritam desde as suas raivas aos seus desejos mais íntimos; uns mostram-se tal como são, outros usam mascaras escondendo-se atrás de um nick e revelam docemente os seus desejos os seus segredos, os seus prazeres.

 

A blogesfera é um mundo dentro do mundo, onde por muito que se torneie acaba-se sempre por encontrar um blog já conhecido, diria que por muito perdidos que nos sintamos, encontramos sempre o caminho para casa.

Se olharmos bem para os blogs, todos eles têm links para outros blogs, e esse por sua vez para outros blogs e para o blog que os lincou, por muitas voltas que se dê, acabamos sempre por voltar ao inicio, e dizemos, olha como o mundo é pequeno…

 

Tenho lido alguns textos nos blogues que são deliciosos de ler, suaves, doces, bem construídos, opinião formada sobre o assunto que quer discutir, sim, um blog transforma-se muitas das vezes num mini fórum onde se discute a opinião do autor contrapondo outras opiniões.

 

Noutros descobre-se fotos (in)decentes dos seus autores, revelando o seu lado mais secreto, mas ao mesmo tempo o seu lado mais verdadeiro, o seu eu sem tabus sem preconceitos sem reservas.

 

No fim, qual o resultado? Nenhum, damos por já ter passado algumas horas desde que começamos a navegar por blogues e que nos divertimos um pouco lendo e comentando na “casa” de cada um.

 

Bom era, que todo o mundo funcionasse assim tão ordeiramente como estas comunidades de escritores

tags:
publicado por Octávio às 00:44
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007

NATAL....

Natal: devia ser símbolo de paz, alegria, boa vontade, de dar, isso mesmo de DAR, oferecer, entregar, mas não no sentido comercial do termo, dar amor, dar paz, dar alegria, e não só a quem nos rodeia porque a esses é fácil dar, mas sim ao mundo, da melhor maneira que se consiga dar, nem que isso seja ajudar o vizinho do lado, que vai passar o Natal só, sem família, sem amigos, sem ninguém.

 

O ser humano é egoísta por natureza, todos nós somos egoístas, uns mais que os outros, mas somos egoístas.

 

Nesta altura vemo-nos a correr de loja em loja para comprar as devias recordações para dar a quem temos de dar.

 

Ouve-se falar de paz, harmonia, boa vontade, e mais não sei quantas balelas incompreensíveis, mas o que realmente vejo é mesmo isso, balelas incompreensíveis, e isto porque continuo a ver guerras, pessoas a passar fome, a viver na rua, a estarem sozinhas mesmo tendo alguém que por razões inexplicáveis abandonou os seus à sorte da solidão e da tristeza… isso é natal? Acho que não, mas o Natal segundo dizem é quando o Homem quiser, pois, faz tempo que o homem deixou de querer o verdadeiro Natal, temos uma espécie de Natal sim, comercial, irritante, onde o lema é, compre, compre, compre, e quando não tiver mais dinheiro, compre que nós depois ficamos com tudo porque não conseguiu pagar os excelente créditos que lhe tínhamos para oferecer!

 

Estou pelos cabelos com o Natal do comércio, quero um Natal que mereça ser chamado Natal, onde a única coisa que se devia ouvir era: não há pessoas a viver na rua, não há pessoas sozinhas em casa por não terem ninguém para estar com elas, não há solidão, SIM HÁ PAZ e boa vontade entre todos. Onda exista respeito, amizade e tudo aquilo que a nossa imaginação possa-nos dar de bom.

 

Quando isso e muito mais acontecer, aí sim, vamos ter um verdadeiro Natal!

 

BoAs FeStAs

publicado por Octávio às 01:52
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2007

~~~~~~~ Mais um Natal ~~~~~~~~

Mais um ano que está quase no fim, mas um final de ano a levar com a mesma campanha publicitária de ajudem os pobrezinhos e já agora aproveitem gastem muito em prendas!

 

Se calhar é de mim, mas começa a ficar farto de ouvir constantemente estas campanhas de ajudem os pobrezinhos coitadinhos, pois continuo com a sensação que essa rapaziada, só precisa de ajuda quando se chega a esta altura!

 

Será que durante o resto do ano esse pessoal não precisa de nada? Será que, talvez, não sei, qui ça, quem necessite de ajuda, necessite durante o ano inteiro? Pergunto eu de forma ingénua…

 

Se por um lado o Natal devia ser uma época para pensar com o coração, por outro lado somos todos os dias invadidos com todas as campanhas publicitárias que possam existir para comprar isto ou aquilo, que até dariam umas boas prendas de natal!

 

Então e o sentimento de paixão ou compaixão?

E o vamos lá ajudar os outros?

 

Continuo com a sensação que isto tudo não passa de uma grande aldrabice…

 

E que o verdadeiro sentido do Natal, há muito tempo que desapareceu, quanto muito sobra a reste-a de algumas famílias por esta altura juntarem-se num jantar ou num almoço…

 

Mas o que verdadeiramente conta é ir à missa do galo, bater com a mão no peito e dizer que “eu sou um bom samaritano”, passar por quem pede para comer, virar a cara para o lado…

 

Feliz Natal!

sinto-me:
publicado por Octávio às 00:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

Piadinha

Recebi esta frase no meu e-mail... não resisti...

******O governo Sócrates é igual a camisa de vénus*******


A camisa de vénus permite inflação, impede produção, destrói a próxima geração, protege um bando de caralhos e ainda transmite um sentimento de segurança...enquanto na verdade, alguém está fodendo alguém.....

:-)


tags:
publicado por Octávio às 20:50
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Novembro de 2007

Doce

Estás à minha frente e olho para ti

 

Brilhas…

 

Estás no teu cantinho, com uns enfeites meio tontos

 

Amarelo, amarelo ouro e depois um castanho dourado…

 

(…)

 

És doce, agradável de te saber na minha boca após te tirar a roupa que vestes, o teu sabor é muito agradável, um pouco mais rijo nuns sítios que nos outros, tens um tamanho agradável…

 

Sabes bem na minha boca

 

Que pena, acabou-se olho para ti, és o último… acabou-se!

 

publicado por Octávio às 01:09
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

Um ano já está

Faz um ano hoje que decidi parar de fumar, é de assinalar o facto, um acto sem fumo, um ano sem gastar aereos em fumo... se é positivo? sim é positivo, mas confesso que um cigarrito em certas e determinadas alturas até saberia bem...

começa mais um ano sem fumar, espero e quero continuar assim!
publicado por Octávio às 20:49
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 31 de Outubro de 2007

sem nexo II

Palavras sem sentido
mas com todo o sentido pretendido
Com nexo
mas sem nexo

Hoje,
amanhã
quem sabe para a semana

hoje é quarta-feira
amanhã outro dia

um passeio que se avizinha
amigos que se reencontram

bom fim de semana alargado
publicado por Octávio às 16:52
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

Aproveita a vida…

Eis um lema para a nossa vida… aproveitá-la!

 

Mas… como é que nós aproveitamos a vida? Entregamo-nos a prazeres Dionisíacos? Ou a não prazeres, dando a nossa vida, o nosso tempo em prol dos outros ajudando quem precisa?

 

Aproveitar a vida, não será somente um princípio de vida que tem deve ser seguido com cuidado?

 

Aproveitar, e saber aproveitar, com calma, com intenção de saborear cada momento.

 

Cada momento, que estamos com quem amamos, cada momento que estamos com os nossos amigos e amigas, com a nossa família, com os nossos inimigos…

 

Vamos aproveitar a vida, com calma, com sabedoria, com simplicidade, e com prazer de aproveitar a vida.

Aproveitem a vida!!

publicado por Octávio às 00:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

Boa semana

Mais uma semana que vai começar...


Boa semana!!

tags:
publicado por Octávio às 00:24
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Outubro de 2007

Porque hoje é Sábado

Hoje é Sábado, dia de descanso… para alguns

 

Até acordei cedo, para um dia de fim-de-semana, e acordei a ouvir as comemorações das aparições de Fátima.

 

Acabo por ter de escrever umas palavrinhas sobre o assunto:

Diz-se que somos um país atrasado, que vivemos na cauda da Europa. De facto não é propriamente mentira, o número de analfabetos é enorme, o número de pessoas com menos que o 9º ano (escolaridade mínima obrigatória) é abismalmente elevado.

 

Somo um país com um elevado nível de pobreza, o endividamento familiar é extremamente elevado, e por fim os níveis culturais são extremamente baixos!

 

Sei que são poucos os que vêm aqui ler as minhas linhas, paciência, mas os pouco que por aqui passarem, pensem um pouco no que já disse, temos o que temos e que já foi enumerado, no entanto construiu-se uma nova basílica em Fátima, eu respeito qualquer religião, crença, credo ou o que quiserem chamar.

 

Mas não entendo, não consigo mesmo entender como é que se investiu milhões numa basílica e não se investe tostões onde realmente é possível, na educação não dos mais novos mas dos mais velhos.

 

(isto para não falar nos tão famosos estádios de futebol…)

 

Antigamente existia a lei dos três Fs (Fátima, fado e futebol) hoje não temos 3, temos dezenas se não centenas de tapa olhos.

 

Sinto-me triste por essa falta cultural do nosso povinho à beira mar plantado, que nós temos a mania do deixa andar… isso é verdade, e eu sou um exemplo disso, mas o meu deixa andar, não implica baixar os braços, ver que milhões são investidos em coisas que para nada interessam deixando o que interessa tal como está!

 

Até quando é que se vai andar de olhos fechados e aceitar que dinheiro publico ou privado seja despejado na construção de campos de futebol ou basílicas?

 

O que precisamos é de investimento empresarial para criar novos postos de trabalho (também temos que acabar com o habito de viver na sombra de subsídios) fixos e permanentes!

 

Para quando uma população com o mínimo de formação, já não peço para que todos tenham um curso (já há muito tempo que se diz que um burro carregado de livros é um doutor, hoje com o Bolonha isso ainda mais se vai acentuar, mas isso é outra história)

Bom fim-de-semana!

publicado por Octávio às 13:53
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

“Do Tempo”

Deus nos pede do tempo estreita conta!

É preciso dar conta a Deus do tempo!

Mas como dar, do tempo, tanta conta,

Se se perde sem conta tanto tempo?!

 

Para fazer a tempo a minha conta,

Dado me foi por conta, muito tempo,

Mas não cuidei no tempo, e foi-se a conta…

Eis-me agora sem conta…eis-me agora sem tempo…

 

Ó vós que tendes tempo e tendes conta,

Não o gasteis, pois nunca, em passatempo,

Cuidai enquanto é tempo, o terdes conta.

 

Ah! Se quem esta conta de seu tempo

Tivesse feito, a tempo, preço e conta,

Não chorava, sem conta, o não ter tempo.

 

Frei Castelo Branco – Séc. XVII

publicado por Octávio às 23:56
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

Palavras sem nexo

Destas linhas brancas vão-se enchendo de letras, com significados gramaticais, verbais, que nós à medida que vamos escrevendo queremos dar.

 

Escrever não é uma tarefa fácil, deve-se escrever por prazer, para nosso prazer, e não para prazer dos outros, se os outros tiram prazer do que nós escrevemos, porreiro, mas isso é secundário!

 

Mas continua a ser uma tarefa difícil! O que escrever, como escrever, como conjugar os verbos, os substantivos, os adjectivos e os pronomes e todas as regras existentes (que já agora, vão mudar novamente com as novas alterações dos acordos ortográficos que aí vêm) na nossa gramática. O assunto, esse sinto é o mais complicado, sobre o que é que vamos escrever, porque convém ter um assunto, para a conversa não parecer uma conversa sem nexo.

 

Esta conversa está a perder o nexo… se é que alguma vez escrevi com nexo…

publicado por Octávio às 20:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Outubro de 2007

Also sprach Zarathustra - Richard Strauss

publicado por Octávio às 02:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Pink Floyd - Another Brick in the Wall

Palavras para quê...

 

 

publicado por Octávio às 01:31
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Sexta-feira

E porque hoje é sexta feira

 

Sexta-feira é o sexto dia da semana, seguindo a quinta-feira e precedendo o sábado.

Este dia era dedicado pelos pagãos a deusa Vênus, por isto em espanhol o dia é chamado de Viernes (uma corruptela de Vênus).


Origem dos nomes dos dias da semana
Os nomes dos dias da semana em português têm a sua origem na liturgia católica. Na maior parte das outras línguas, a sua origem são os nomes dos deuses pagãos aos quais os dias eram dedicados. 

 

No dito popular é considerado o melhor da semana pois é o último dia de trabalho.

 

In: Wikipédia

 

publicado por Octávio às 19:18
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Nada

Olho para esta folha de forma pensativa, sobre o que é que eu devo escrever? Democracia, liberdade, paz, ditadura, sexo, planeta… hoje em dia olhando bem escreve-se sobre tudo, eu neste momento prefiro escrever sobre o nada.

 

E o que é o nada?

 

È o vazio, é o que eu estou a escrever, sobre absolutamente e rigorosamente zero, vazio de conteúdo, de interesse, de nada!

 

Para alguns chamar-se-ia encher pneu!

 

E se calhar é mesmo isso, escrevo só por escrever, exercitando o músculo do pensamento com palavras vãs com pouco nexo, para um público pequeno que pouco se importará com o que está escrito.

 

A folha onde estou a escrever vai perdendo o seu branco imaculado para nela ficar o preto das letras que aqui escrevo, mas é preciso lembras os meus preciosos leitores que estou a escrever sobre nada, estou a encher não o pneu mas a folha de palavras, de pequenos pensamentos errantes mal começados e mal acabados sobre nada, é bem mais fácil termos um assunto e escrever sobre ele, podemos até pesquisar sobre o assunto, pensar, estudar e fazer mais meia dúzia de tropelias para que o assunto seja bem escrito e bem apresentado a que o for ler ou ouvir, agora como é que preparo o assunto nada?

 

Isto de falar sobre nada, está a dar-me o sono, vou dormir e pensar em como irei continuar a falar sobre nada…

publicado por Octávio às 01:25
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2007

Burocracia

 

Burocracia (?) é... não vender álcool a uma pessoa de 72 anos, de cabelos brancos, por esta não ter demonstrado que tinha mais de 21 anos.

In: Jurispro

 

 

Supermarket staff refused to sell alcohol to a white-haired 72-year-old man - because he would not confirm he was over 21.

Check-out staff at Morrisons in West Kirby, Wirral, demanded Tony Ralls prove he was old enough to buy his two bottles of Cabernet Sauvignon.

Mr Ralls asked to see the manager who put the wine back on the shelf.

BBC

 

nem valerá a pena fazer grandes comentários pessoais, a história diz tudo!

publicado por Octávio às 16:54
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

Indios

 

publicado por Octávio às 00:30
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

Cheiro com saudade

 Os cheiros da nossa vida, se é que assim se pode chamar. Durante este mês costumo fazer férias, e enquanto assim o puder fazer, em férias me manterei, mas de vez em quando tenho de vir a casa, e mês de Setembro é o mês da vindima.

 

Aqui perto de onde vive ainda existe, sim porque elas tendem a desaparecer, uma adega cooperativa, mas deparo-me que a azafama de à uns anos atrás desapareceu, já não existem as filas intermináveis de tractores, o pessoal contratado sazonalmente é mais que suficiente.

 

E o mais importante, o cheiro, parece insignificante mas é verdade, o cheiro ao mosto, o cheiro do futuro vinho novo, esse cheiro praticamente que desapareceu, para mim que sempre vivi no mesmo cantinho faz-me diferença, era um cheiro sazonal, mas era agradável sair à rua e sentir o belo cheiro a mosto, e saber que num futuro próximo vinho novo aí estará.

 

Agora não sei porquê esse cheio desapareceu, fica a saudade (sentimento tão português) de como era não há muitos anos atrás….

publicado por Octávio às 01:30
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 2 de Abril de 2007

Virtualismo sexual ou sexo virtual literalmente falando

sexo.jpg
publicado por Octávio às 23:19
link do post | comentar | favorito
|

Olá!

Vim mesmo só dizer Olá
publicado por Octávio às 23:11
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 25 de Abril de 2006

Grandola

Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade


Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena


Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena


À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira Grândola a tua vontade


Grândola a tua vontade
Jurei ter por companheira
À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade

publicado por Octávio às 02:06
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Abril de 2006

32

Pois, ....


Já são trinta e dois anos


Parabéns à liberdade

publicado por Octávio às 18:37
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Março de 2006

Palavras

Isto de escrever tem muito que se diga, mas de vez em quando é preciso dizer alguma coisa... sobre qualquer coisa... que... não se sabe bem o que é!


Mas pronto lá se vai escrevendo umas linhas sobre pensamentos dispersos de onde vamos para onde vamos, e como viemos (embora essa parte acho que toda gente sabe de como é que viemos)....


 


Bem algumas pessoas ainda pensam que foi uma cegonha...


 


 

publicado por Octávio às 14:59
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2005

...

(Christmas Natal Noel) dancing-xmas (39).gif
publicado por Octávio às 19:47
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 17 de Dezembro de 2005

Natal

Pois é, cá estamos nós de novo a escrever sobre qualquer coisa, que não se sabe bem o que é!


Estamos perto do Natal, tempo de pensarmos no nosso percurso, de sermos bonzinho para o Pai Natal deixar-nos o raio da prenda na meia (só é pena é que na meia aparecem meias!)


Mas será que é agora que nos dá um rebate de consciência para aquilo que deviamos fazer durante uma vida inteira?


Mais vale nem comentar e deixar ficar aqui o meu silêncio, esperando que o dia de Natal passe.

publicado por Octávio às 17:15
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Outubro de 2005

Sem titulo

Já hoje se acabou, mas as saudades ficaram.


Amanhã é outro dia...


E as suadades ficaram!

publicado por Octávio às 01:27
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Julho de 2005

Verão Quente de 2005

Mais um Verão que começou, mais uma época de festas, férias e o inicio da nova temporada de futebol (pelo menos tem 3 "F")


Mas o mais engraçado, é que, embora seja um Verão quente, o verdadeiro Verão quente, vai ser no inicio do Outono, com as mafaldadas campanhas eleitorais para as autarquias, isso sim, é que é, muita musica, muito discurso, muita promessa e muita coisa que nem se sabe bem o que é!


Aqui no meu cantinho, que nem sempre venho cá, só me posso lamentar que aquilo que deveria ser algo de bom, de promessas de continuação de um trabalho bem feito... não é mais do que promessas de fazer alguma coisa (a maior parte das vezes mal feita!)


 


Mas pronto, estamos no verão e o que queremos é praia, meninas em bikini (falo por mim :-)) e umas noitadas bem passadas numa discoteca qualquer, aproveitando para matar o tempo até começar a nova época futebolistica, e assim os problema são esquecidos por mais uns tempos... desde que as pessoas estejam entretidas os problemas são sempre esquecidos!

publicado por Octávio às 13:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 26 de Abril de 2005

25 Abril 2005

Cá está!


Mais um ano de comemorações!


Só é pena que o espirito do 25 de Abril tenha ficado esquecido no fundo de uma gaveta não sei bem onde!


A festa onde se festeja a liberdade, passou a ser mais uma simples festa popular com a bela febra e belo copo de vinho (tinto)


Para o ano há mais!

publicado por Octávio às 03:08
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 25 de Janeiro de 2005

Os nossos Políticos

Viva, viva e viva!


Vamos dar vivas à nossa bela politica, vivas por termos um Primeiro Ministro que a única coisa que quer é aparecer na televisão!


Mas que raio de país é o meu onde em vez de ver os nossos políticos seja qual for o quadrante político a preocupar-se realmente com os problemas dos portugueses preocupa-se antes com... nem eu sei realmente com que é que eles se preocupam!


Será isto o futuro do nosso país?


Ora vejamos:


Coligação Democrática Unitária em que o seu, o seu quê? Realmente e bem vistas as coisas não tem um representante principal, em contraposição com os dois partidos (PCP e PEV) que formam essa coligação, mas bem, adiante, o Sr. Secretário Geral do PCP, o Sr. Jerónimo de Sousa (por acaso tem nome de um famoso indio americano!!) está completamente desfasado de uma série de realidades do nosso belo país, inflizmente um partido que tem demonstrado várias vezes e assumido pelos adeversários, competência e honestidade em várias matérias está neste momento cada vez mais fechado e a viver no passado recusando-se constantemente a actualizar-se, continuam a proclamar o marxismo-leninismo, o mais engraçado é que ninguém me consegui explicar o que é, tirando um descurso repetido vezes sem conta, mas que não saí dali!


O Partido Socialista (PS) vive à caça do voto, mas não sai disso, e está provado que é a mesma coisa que o outro partido de tamanho igual mas supostamente mais à direita (embora nos dias que correm não percebo o que é a direita ou a esquerda) mas lá anda desejosos de poder, agora com o seu novo Secretário Geral o Sr. Eng. José Socrates, o que é que ele vai fazer? Vai manter os impostos onde eles estão, vai fazer a coinceneração (não que eu seja contra ela, mas que seja feita com cabeça tronco e membro)! E vai fazer mais não sei o quê que acho que nem ele sabe!


 


O Partido Social Democrata (PPD-PSD), girada pelo Sr. Dr. Pedro Santana Lopes (o homem que nunca acaba o que começa, deve ser por isso que a Cinha Jardim faz o que faz nos programas que participa) mas como é que se pode apostar numa pessoa que começa uma coisa mas nunca acaba e tenta logo ir para outra [melhor?] também comprendo que tendo ele uma familia grande precisa de um ordenado aceitável para a sustentar, mas daí a fazer o que faz... que confiança poderei ter nele. Para não falar nos constantes disparates que têm acontecido nestes ultimos meses, pequenas guerrinhas partidárias (internas) que até para mais põe a [pouca] credibilidade do partido em causa! Para não falar nos demais comportamentos com tendência para sensura de alguns membros do Governo, é triste assistir a isto. Os Heróis de Abril, devem estar satisfeitos com estes belos comportamentos até agora demonstrados.


O CDS-PP, peço desculpa por chamar assim (mas ninguém me disse ainda o que é que significa o nome), e ainda sou do tempo do CDS e sem o PP esem comentários! Um partido que existe mais ou menos à tanto tempo como os outros três que referi em cima, mas que tem para acompanhar o PSD, já que são parceiros de coligação, num conjunto de disparates tão grandes e moralismos absurdos que o melhor que se tem é mesmo rirmos às gargalhadas! Um Ministro da Defesa que nem sequer sabia que também era Ministro do Mar (nem ele nem ninguem sabe que ministério é esse!). Uma Secretára de Estado de qualquer coisa que era para ser de uma coisa e passa para outra... Mas afinal que raio de partido é este que não sabe quem é quem e para onde vai? É verdade o presidente (?) é o Sr. Dr. Paulo Portas.


Por fim, o Bloco de Esquerda, responsáveis por este partido, que por sinal é ele também uma coligação de pequenos partidos de uma pseudo esquerda, os Srs. Drs. Francisco Louçã, Miguel Portas principalmente estes dois ou estas duas personagens, que com o seu belo discurso de tudo é cor de roza vão conseguindo enganar uns tantos eleitores e vão também eles garantindo o seu tacho, que no fim irá dar-lhes uma bela reforma! O que é que este partido faz? Barulho, com que razão? Acho que ninguém sabe, mas faz-me lembrar as criancinhas pequenas no supermercado a fazerem birra para os pais lhes darem qualquer coisa, isto é o Bloco de Esquerda, querem qualquer coisa, de preferência um "poleiro" no poder!


Conclusão:


Em que partido devemos nós votar no dia 20 de Fevereiro para eleger os nossos deputados no Distrito em que residimos? Isso não sei! Sei que vou votar e que todos devemos votar, devemos votar em consciência, e a saber que quando se faz a cruzinha num daqueles quadrados estamos a dar a possibilidade de alguém ser eleito, e quem sabe até a ser Ministro (nós não elegemos nenhum primeiro ministro, votamos para a Assembleia da República e o Partido que tiver mais votos e mandatos, obtidos pelo método de hont serão o possivel Governo do nosso país).


Eu sei em quem vou votar e estou de consciencia tranquila, só espero que todos aqueles que lerem este texto votem e que tenham consciencia de quem vão votar.


Que esse voto seja um voto em consciencia, não um voto útil, não um voto no partido em que se acha que vai ganhar para se poder dizer que não se perdeu.


Mas sim um VOTO CONSCIENTE

publicado por Octávio às 01:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Outubro de 2004

Saudades

IM000493.JPG
publicado por Octávio às 02:10
link do post | comentar | favorito
|

Férias.... que já se foram...

IM000489.JPG


 


O mar, que bela lembrança de férias...


 


Para o Ano há mais, mas o mar fica sempre!

publicado por Octávio às 02:08
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Junho de 2004

PORTUGAL

Bandeira Nacional Portuguesa.jpg
publicado por Octávio às 00:40
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Junho de 2004

A BANDEIRA PORTUGUESA

Para quem não sabe, aqui fica a descrição da nossa bandeira, que ultimamente tem estado muito na moda por causa do futebol, inflizmente muitas das pessoas não sabem o que ela significa....


 


Descrição Heráldica e Considerações Históricas


Os símbolos da Pátria são: a Bandeira Nacional, o Hino Nacional e o Chefe de Estado.


A Bandeira Nacional representa as lutas da fundação, a independência e restauração de Portugal e os descobrimentos marítimos.


No reinado de D. Afonso Henriques a Bandeira era branca com uma cruz azul larga ao centro, simbolizando o emblema do cruzado e o azul, a cor principal das armas da Casa de Borgonha.


Sofrendo várias alterações ao longo dos vários reinados, a Bandeira Nacional com a Implantação da República passa a ser verde e vermelha, sendo composta por um rectângulo de pano cuja altura é igual a dois terços da largura.


É dividida em duas partes, na vertical, sendo a parte que fica junto à haste de cor verde, ocupando dois quintos da superfície e a outra parte de cor vermelha, ocupando três quintos.


 


Simbologia


Cor Verde - Representa a esperança em melhores dias de prosperidade e bem -estar e também os campos verdejantes.


 


Cor Vermelha - Representa o valor e o sangue derramado nas conquistas, nas des cobertas, na defesa e no engrandecimento da Pátria.


 


Esfera Armilar - Situa-se no centro da divisão das duas faixas, simbolizando as viagens dos navegadores portugueses pelo Mundo, nos séculos XV e XVI.


 


Armas de Portugal - Assentam sobre a esfera armilar, sendo compostas por um escudo maior com outro mais pequeno brocante, simbolizando o escudo, a arma de defesa utilizada pelos nossos antepassados nos combates.


 


Escudo Maior - É vermelho e à sua volta estão representados sete castelos que representam as cidades fortificadas que D. Afonso III tomou aos mouros.


 


Escudo Pequeno - É branco e encerra cinco escudetes azuis pequenos, fazendo alusão às cinco chagas de Jesus Cristo. Cada um desses escudos contêm cinco besantes de prata que contando duas vezes os da quina do meio, recordam os trinta dinheiros pelos quais Judas vendeu Jesus Cristo e simbolizam o poder régio de cunhar moeda.


 


Autores da Bandeira Republicana Columbano, João Chagas e Abel Botelho.


 

publicado por Octávio às 19:58
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Abril de 2004

25 de Abril de 1974 - VIVA A LIBERDADE!

Este ano faz 30 anos que aconteceu o 25 de Abril, 30 anos de democracia com as devidas voltas e reviravoltas que são normais numa democracia.
Eu não assisti ao 25 de Abril, nem sequer era nascido, mas consigo entender o sentimento deste dia, coisa que por sinal, muita gente hoje, que viveu o 25 de Abril e ganhou a sua liberdade, não o quer saber e esqueceu-o!
É claro que quando chegar o dia, lá vamos nós ter as comemorações do dia, os já mais que gastos discursos, os almoços e os jantares comemorativos!
Mas, e onde é que ficou o verdadeiro sentido dessa revolução de há trinta anos?
Não é por nada assim de especial, mas irrita-me ver que o seu sentido está perdido e ficamo-nos por umas comemorações forçadas e tristes, em que os políticos fazem o frete de estarem presentes. O pior é que muita gente hoje pelos vistos esqueceu-se de como era antes desta revolução, da falta de liberdade e de informação que havia, ou melhor, que não havia, já que a informação que chegava, é que tudo era muito cor de rosa e bonito (não sei porquê, mas acho que ainda continua assim hoje!).
Eu dou valor à minha liberdade em todos os seus sentidos, infelizmente hoje existe muita gente que usa essa liberdade para prejudicar outros, nem que seja o seu vizinho evocando liberdade disto e daquilo, Direito a isto e àquilo, acabando por deturpara o verdadeiro sentido de liberdade, a mim isso preocupa-me muito, pois também hoje, já ninguém quer saber muito das coisas que têm (excepto quando precisam). Noto que o interesse das pessoas hoje é um pouco igual à educação do antes do 25 de Abril, por outras palavras até a esta data existia (abençoadas aulas de história do secundário) a regra/lei dos três Fs – Fátima, Fado e Futebol – hoje não noto muitas diferenças, é claro que deixou de ser três Fs para ser o abecedário completo com insignificâncias arrepiantes, mas também noto que continuam a queixar-se que as coisas estão mal, que o sitio onde estão não desenvolve, que o país não desenvolve e por aí fora, e quando se tenta ter uma conversa sobre esses assuntos que nos são importantes, nem que seja aqueles pequenos assuntos que estão mesmo ao lado da nossa porta… bem, dou comigo a falar sozinho, porque entretanto começou mais uma novela ou um jogo de futebol ou um realty show qualquer e parece que os problemas desaparecem ou não existem.
A QUEM LÊ ESTE TEXTO:
Já que o 25 de Abril de 1974 faz este ano o seu trigésimo aniversário, vamos provar a todos e a nós mesmos que valeu a pena haver uma revolução, e em vez de fazermos o frete de comemorar esta data, e só a comemorar porque é feriado e assim não se trabalha e vir para a rua dar vivas a sermos livres e vivermos em liberdade.
Bastando gritar: “VIVA A LIBERDADE”.
publicado por Octávio às 18:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2004

O aborto: sim ou não, eis a questão?

Há quem diga que praticar um aborto é crime, bem a lei no código penal assim o diz nos artigos 140º e 141º no artigo 142º refere as situações em que mulher pode realizar o aborto sem incorrer neste mesmo crime.
Agora, todos os dias se vê manifestações ora contra o aborto ora a favor deste, mas nunca vi explicarem, como onde, em que condições é que a mulher pode ter a criança (muitas vezes indesejada, ou então praticar o aborto com condições e segurança para a sua saúde, integridade física e psicológica
Houve, não há muitos anos um referendo sobre a despenalização do aborto, interessante foi que:
- Ninguém explicou de forma clara o que se estava a despenalizar;
- Também ninguém explicou o que é despenalizar.
Ora bem, despenalizar, significa que certa matéria deixa de estar prevista como crime, logo passando a ser lícita.
Agora, aquilo que se propunha fazer não era bem despenalizar o crime de aborto, pois, pelo que eu percebi ele continuaria a estar previsto e portanto continuaria a ser crime; agora o que se pretendia fazer, era simplesmente alterar um prazo previsto no artigo 142º n.º 1 alínea b) (que tem como epigrafe “interrupção da gravidez não punível) do Código Penal, portanto logo aqui levanto a questão, estamos a despenalizar algo que não esta penalizado? Como é óbvio isso não é possível, podemos ver mais esta tentativa de alteração da lei penal como uma questão meramente técnica e meramente formal do que propriamente criminal.
Portanto, para quem pensa que o aborto após um referendo que o despenalize (usando as palavras que toda gente usa) podia ser feito quando se quer, está completamente enganado, o aborto continuará a ser punível sempre, sendo que a única coisa que pode variar na medida da pena é se este foi realizado com o consentimento da mulher ou não.
Agora vamos ser honestos para com nós mesmos, será que como está, é correcto? Não é, e por varias razões.
A primeira elas, prende-se mesmo com o texto da lei, na alínea b) do n.º 1 do artigo 142º Código Penal que prevê o prazo, esse mesmo prazo deveria ser aumentado (que assim já foi proposto e segundo as interpretações politicas não foi aceite no referendo, mas com o nível enorme de abstenção é o mesmo que perguntar se um copo está meio cheio ou meio vazio?), evitando assim uma série de complicações remanescentes dessa mesma gravidez e da imposição legal que proíbe o aborto.
Outra razão, e talvez, se não mesmo a razão mais importante: os abortos são realizados e vão continuar sempre a ser realizados, e que tal deixarmo-nos de cinismo e de tapar o sol com a peneira, vamos lá alterar a lei, de modo que a mulher, que queira fazer um aborto (dentro dos prazos definidos na lei, de preferência alterados para melhor) tenha condições de higiene e segurança, diga-se, e de preferência num hospital com acompanhamento médico especializado, para assim poder realizar o aborto, se o for realmente necessário de o fazer, não pensem que defendo o aborto como medida contraceptiva!
Como sou homem e não sou pai, não posso perceber certas coisas, mas no entanto percebo que muitos abortos (ilegais) são realizados em condições muito más para a saúde das mulheres, que vão realizar os ditos abortos em vãos de escadas e outros parentes afins!
Se as mulheres querem fazer um aborto, muito bem que o façam, e já agora que elas mesmas não fiquem em risco de vida e que as práticas ilegais das “abortadeiras” que é um negócio lucrativo acabe de vez e que muitas vezes destroem vidas de muitas mulheres, e que a mulher seja livre de decidir se quer ter um filho ou não, mas sem cinismos, sem riscos, e sem lucro para certas pessoas.
publicado por Octávio às 23:37
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 30 de Dezembro de 2003

TIBETE

Pela primeira vez na minha vida vou tentar escrever alguma coisa, se calhar não vai sair nada de interessante, mas mesmo assim, não há nada melhor do que tentar!
E sobre o que eu que eu vou falar, ou melhor, escrever? Bem, não eu sei muito bem, mas o melhor é mesmo deixar as ideias (as poucas ideias que eu tenho) correm à medida que eu vou escrevendo o texto.
Uma das coisas que me vem inquietando os meus pensamentos já ao longo de um anos, uma coisinha talvez insignificante mas que me tem feito muita confusão: oiço falar de direitos humanos por tudo quanto é lado, ouve-se falar de liberdade de pensamento e afins, hoje ouve-se falar de Iraque e a dita invasão americana, de Cuba e as suas últimas execuções, mas nunca se houve falar do Tibete! Ou melhor houve-se falar quando uma das nossas “magníficas” televisões generalistas repõe o filme “7 anos no Tibete” (geralmente é o único que passam, provavelmente por o actor principal ser o Brad Pit).
Eu não tenho legitimidade para falar de direitos humanos relativamente àquela zona do nosso globo, por uma simples razão a cultura asiática tem uma forma diferente de ver essa coisa que a que nós os ocidentais chamamos de Direitos Humanos ou Direitos do Homem e só por isso não posso falar de tal coisa. Mas contudo posso falar de outra coisa, Tibete foi algures no pós II Guerra Mundial invadido pela República Popular China, tendo sido o seu líder espiritual e temporal obrigado a exilar-se, e tirando esse pormenor, ao qual de arrasto o povo do Tibete ficou obrigado a aceitar um outro país, ou melhor ficou a pertencer a outro país, não por livre vontade, mas sim pela força militar. Eu pergunto-me os países ocidentais que tanto se ralaram com a invasão do Iraque (agora à dias), e com as execuções em Cuba também feitas à uns dias atrás e que no fim de contas encheram a boca de tantas palavras de mau agoiro e outras tantas pensadas mas não reproduzidas, mas no entanto do Tibete que é um pequeno país lá no cu de Judas, poder-se-ia dizer assim não ouvi ninguém falar já a um certo tempo, ou melhor eu não e lembro de ninguém falar nesse tal local, que por acaso, mas só por acaso é frio e não deve ter nada de valor (há excepção de uma cultura religiosa que foi… destruída, e à própria cultura do povo tibetano, que também não deve ser lá muito importante, pelo menos nunca ouvi ninguém falar destes fulanos!).
Também não quero vir para aqui dizer mal destes senhores e senhoras que criticaram a invasão ao Iraque pelos Americanos ou das execuções em Cuba, fizeram bem criticar e ralhar pois no meio disto tudo muitos inocentes sofreram desnecessariamente, ou melhor que não deviam ter sequer sofrido, seja pelos danos colaterais (que é um pequeno pormenor da guerra, extremamente insignificante e de pouco interesse, simplesmente estavam na hora erra no local errado) ou pelas pessoas que ao longo dos anos tem sido presas e se calhar executadas em Cuba por não terem a mesma opinião das chefias politicas cubanas. Concordo perfeitamente com isto tudo, os Estado Unidos da América não deviam ter invadido o Iraque, nem o povo Cubano devia estar há tanto tempo sob a chefia da mesma pessoa, há é verdade, também o povo cubano não devia estar há tanto tempo sob embargo (por acaso feito pelos americanos, outro pormenor insignificante) não se compreende porquê nem para quê!!!
Mas contínuo a perguntar-me e o Tibete, faz-me imensa impressão e confusão à minha cabecinha, que até já nem tem assim muito cabelo, porque é que ninguém fala nesse pequeno país que fica lá não sei aonde, mas que ficava perto da China e pelos vistos agora até pertence à China e ninguém se rala lá muito com isso. Mas porquê? Quer dizer, não tem lá nada de valor que interesse às culturas ocidentais, ditas civilizadas e defensoras da Declaração Universal dos Direitos do Homem e que por acaso apregoam por aí o direito à auto-determinação de um povo (seja lá ele qual for e desde que estes defensores possam ganhar alguma coisa com isto defende-se qualquer coisa, nem que seja protagonismo!).
E no meio disto tudo contínuo na mesma, e o Tibete?
publicado por Octávio às 19:17
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. doze anos

. ...

. é importante não esquecer

. só neste país

. pirelli making of

. the Wall

. Monólogos

. Londres vista a correr

. usem protector solar

. Gato Cinzento

. gaivota

. Leituras recomendadas

. a história dos 3 porquinh...

. Apoio Judiciário

. 1 ano

. and justice for all

. O resultado da falta de c...

. Mais uma semana

. Amanhã...

. Teoria do Gato Flutuante

. Confuso

. blogues

. NATAL....

. ~~~~~~~ Mais um Natal ~~~...

. Piadinha

. Doce

. Um ano já está

. sem nexo II

. Aproveita a vida…

. Boa semana

. Porque hoje é Sábado

. “Do Tempo”

. Palavras sem nexo

. Also sprach Zarathustra -...

. Pink Floyd - Another Bric...

. Sexta-feira

. Nada

. Burocracia

. Indios

. Cheiro com saudade

. Virtualismo sexual ou sex...

. Olá!

. Grandola

. 32

.arquivos

. Agosto 2016

. Abril 2013

. Julho 2012

. Fevereiro 2012

. Julho 2011

. Abril 2011

. Janeiro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Abril 2007

. Abril 2006

. Março 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Julho 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Outubro 2004

. Junho 2004

. Abril 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

Free Hit Counter
blogs SAPO

.subscrever feeds